O Areias





C                       Dm           
Anda no deserto e gosta de armar em bom
G                             C             
Pensa que é esperto e que tem um ar de bom-tom
Am                   Dm            
E tem a mania de que é muito elegante
D                       G    
Diz que não é nenhum elefante
 

C                          Dm            
Arma-se em valente e lança logo um grunhido
G                       C               
Tem as patas altas e um andar muito mexido
Am                          Dm             
Já andou na guerra e nunca, nunca foi vencido
D                          G    
Mas é muito, muito convencido
 

          Dm            G             C          
E diz com ar mais superior que só lhe falta ser doutor
       D                           G    
E acha que é de entre todos o mais belo
 

   C            Dm    
O Areias é um camelo
         G                C    
Tem duas bossas e muito pelo
        Am             
É muito alto e refilão
       Dm                 
É engraçado e espertalhão
        F                  
E agora está como ele quer
           Dm             G    
Está no jardim p'rá gente ver
 

   C            Dm    
O Areias é um camelo
         G                C    
Tem duas bossas e muito pelo
        Am             
É muito alto e refilão
       Dm                 
É engraçado e espertalhão
      G           C    
O Areias virou canção!
 

                                       
Bebe pouca água e não tem medo do frio
                                       
Farta-se de andar com o estômago vazio
                                              
Já andou na guerra e nunca, nunca foi vencido
                              
Mas é muito, muito convencido
 

                                                       
E diz com ar mais superior que só lhe falta ser doutor
                                       
E acha que é de entre todos o mais belo
Adicionar Comentário  |  Tem 1 comentários